Home / Dores / Boa noite de sono ajuda na cura da dor crônica

Boa noite de sono ajuda na cura da dor crônica

A maioria das pessoas dorme cerca de um terço de suas vidas, ou seja, em média 8 horas diárias, o que quer dizer que uma pessoa com 80 anos passou 27 anos dormindo.

Perda de tempo? De forma alguma, dormir é essencial a saúde, uma vez que alterações drásticas no padrão do sono podem causar consequências negativas em todo o seu organismo.

A resposta a dor, por exemplo, é uma dessas consequências, uma noite mal dormida aumenta a sensibilidade da dor no dia seguinte.

Pessoas que sofrem de dor crônica e tem seu sono fragmentado durante a noite, tem a condição intensificada.

Embora ainda haja muita pesquisa e discussão acerca dos efeitos do sono na vida de quem sofre de dores crônicas, é fato que uma boa noite de sono pode reduzir as queixas e ainda melhorar consideravelmente a qualidade de vida das pessoas.

Para entender quais os benefícios e como o sono de qualidade pode ajudar a curar a dor crônica, acompanhe o texto e coloque em prática as dicas!

Os riscos de uma noite em claro

A completa privação do descanso ou mesmo o sono não reparador pode causar grande impacto no seu coração, além de distúrbios mentais e queixas relacionadas a dor, o sono é imprescindível a saúde, através dele o organismo é regenerado e revigorado.

Ao dormir o seu corpo trabalha na produção de anticorpos, ou seja, sem sono, sem proteção, a consequência é a baixa imunidade e mais probabilidades de doenças.

Outro grande risco de não dormir é a produção de um hormônio chamado grelina, que causa fome, ou seja, a obesidade também está ligada a insônia.

Até mesmo a diabetes tipo 2 tem mais chances de acontecer com aqueles que não tem uma boa noite de sono.

Cientistas ainda apontam que pessoas que dormem menos que 6 horas por dia têm mais chances de ter um AVC do que as que tem um sono maior e de mais qualidade.

Como o sono se relaciona com a dor crônica?

Estudos neurológicos sugerem que o sono profundo é uma forma de compensar os processos de dor crônica, de forma que pessoas com mais qualidade na hora de dormir tem os sintomas aliviados.

Segundo neurologista do hospital Sírio Libanês de São Paulo, Dr. João Valverde, mais de 30% da população sofre de dores crônicas e desse montante dois terços apresentam distúrbios do sono.

De acordo com os especialistas uma boa noite de sono reduz a dor de uma forma global, além de aliviar o sofrimento e influenciar positivamente noutras patologias.

É comum que pessoas que sofrem de dores e doenças crônicas apresente fadiga e isso está relacionada a uma redução de pelo menos uma hora de sono por dia.

Estudos neurobiológicos sugerem que a dor crônica e o humor estão conectados pelos mesmos neurotransmissores, intensificando assim as sensações que podem até ser normais, mas pela privação de sono pode ser interpretada como dolorosas e desconfortáveis.

Em suma, o sono está relacionado ao bom funcionamento do organismo e com a percepção da dor crônica e de seus sintomas.

Por isso, dormir bem é um grande influenciador no tratamento da dor crônica e para ajudar você, segue algumas dicas, para melhorar o seu sono.

Dicas para dormir melhor!

  • Crie uma rotina para dormir, mantenha um horário para se deitar e se levantar todos os dias.
  • Crie um ambiente acolhedor e relaxante, não leve problemas e nem trabalho para o quarto na hora de dormir.
  • Mantenha o ambiente o mais agradável e próximo das suas preferências, isso inclui, temperatura, iluminação, o aroma e até mesmo as roupas de cama podem te ajudar na hora de pegar no sono.
  • Evite estimulantes na hora de dormir, tanto no contexto de alimentação, quanto em atividades que requerem grande esforço, o ideal é relaxar e preparar o corpo para uma boa noite de sono, nesse sentido, os Movimentos Inteligentes ajudam bastante!
  • Procure entender o que dá certo para você. Como um ser individual nem tudo que resolve para o outro pode atender suas necessidades, por isso, se conheça e perceba o melhor para o seu sono.
  • Além de todas essas dicas citadas, um chazinho calmante além de trazer conforto, relaxa os músculos e ajuda a ter uma boa noite de sono!

Invista na qualidade do seu sono e tenha uma vida livre de dores crônicas.

Sobre Kelly Lemos

Veja também

Trauma na cabeça: Como melhorar naturalmente?

Você alguma vez já sofreu algum trauma na cabeça? Acidentes envolvendo a cabeça são muito …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *