Home / Aprenda / Classificação da dor

Classificação da dor

Dor… uma incômoda experiência sensorial e emocional que está ligada a uma lesão tecidual que já existe ou está prestes a acontecer.

A dor é um mecanismo primordial do seu sistema de defesa, através dela é possível evitar que uma lesão grave aconteça, ou até mesmo evitar que problemas imperceptíveis aos olhos, se agravem.

Geralmente as dores estão classificadas em dois tipos:

  • As dores crônicas: podem estar presentes na vida do indivíduo por mais de 3 meses ou além disso.
  • As dores agudas: Caracterizadas pelo papel de sinalizar um problema, desaparecendo quando a causa é detectada e tratada.

Anatomia da dor

A dor compreende três mecanismos principais:

  • Transdução – Onde os nociceptores são ativados e ocorre a transformação de um estímulo em ação.
  • Transmissão – Conjunto de mecanismos que admite o que o impulso nervoso seja transmitido para as estruturas do sistema nervoso central.
  • Modulação – Responsável por acabar com a dor, é ativado pelas vias noceptoras.

Classificação da dor

  1. Dores Noceptivas: Se caracterizam por ter início da causa e tendo seu completo alívio quando a o fator causal é eliminado, pode ser descrita como uma pontada, agulhada, aguda, facada.
  2. Dores neuropáticas: têm como principal causa a lesão no sistema nervoso central ou sistema nervoso periférico. Desarranjos sinápticos podem causar a hipersensibilidade das células o que resulta nesse tipo de dor.

A dor neuropática a princípio pode até coincidir com um perigo eminente, como por exemplo, uma infecção, um trauma, porém não tem qualquer alívio após a descoberta e tratamento da causa.

  1. Dor mista: possui características dos dois mecanismos citados acima.
  2. Dor psicogênica: Não há causa aparente para dor, ou seja, a chamada dor psicológica ou psicossomática, tende a se apresentar de forma imprecisa e generalizada, está ligada ao local que o paciente entende como doente, contudo, pode ser apenas uma irradiação de outros problemas.

As características das dores

  • Dor somática superficial: Originada da estimulação dos nociceptores, com intensidade variável de acordo com o estímulo aplicado.
  • Dor somática profunda: originada pela ativação dos nociceptores musculares, fáscias, tendões, articulações e ligamentos, com intensidade pode variar de acordo com a causa, tem localização imprecisa.
  • Dor visceral: Dor profunda, difícil de localizar, muitas vezes descrita como um local dolorido, normalmente se localiza próximo ao órgão que causa o problema.
  • Dor irradiada: dor que se apresenta longe do local da causa, contudo, onde há estruturas inervadas que facilita a estimulação mecânica da dor.

Acima estão algumas informações técnicas e fisiológicas da dor, contudo, é importante sempre lembrar que nada melhor que a sua percepção sobre a dor sentida.

Através do seu autoconhecimento é possível entender exatamente de onde vem a dor, quais as causas, qual a intensidade e sua constância.

Mas para isso é necessário o fortalecimento da sua percepção corporal e mental.

Para isso é necessário exercício e persistência, para que possa começar a entender seu corpo, suas necessidades, utilizando a dor como guia para a cura.

A dor como caminho para cura

Toda dor tem uma causa, mesmo aquelas consideradas psicológicas e a princípio, pessoa alguma quer sentir DOR e conviver com ela, e na verdade não é preciso.

A conscientização da dor como um sintoma, como um sinal de que seu corpo e a sua mente estão em desequilíbrio, é o primeiro passo para mantê-la sempre longe da sua vida.

Quando uma dor sinalizar, o ideal é que você se comunique com ela, perceba o que ela está tentando dizer;

  • Será que seu corpo está sobrecarregado?
  • Será que que seus sistemas estão sendo utilizados da maneira correta?
  • E suas emoções, estão sendo direcionadas para a sua saúde?
  • E você, tem se cuidado, se percebido, se amado?

Todas essas questões são de suma importância para entender e aliviar a dor, compreender seu organismo como um todo e buscar a causa real dos sintomas, é a melhor maneira de encontrar a cura.

O Movimento Inteligente e as dores

O movimento inteligente tem a completa visão do quanto as dores podem ser debilitantes e que é necessário mudanças para aliviá-las!

E exatamente por isso que convidamos você a integrar o conhecimento e entender o quanto as mudanças propostas pelo Movimento Inteligente trarão uma mudança de visão e percepção da dor, podendo transformar a sua vida e a sua saúde!

Conheça e comprove!

VEM PARA O MOVIMENTO INTELIGENTE, CADASTRE-SE ABAIXO!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

Dores crônicas e meditação – 4 dicas infalíveis para acabar com elas

Então você está buscando por dicas de como acabar com as dores crônicas? Pois saiba …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope