Home / Movimento inteligente / Como a fibromialgia afeta as mulheres de maneira diferente?

Como a fibromialgia afeta as mulheres de maneira diferente?

Olá, tudo bem? Aqui é a Kelly Lemos do Movimento Inteligente e hoje falarei sobre um tema muito importante para você que tem buscado mais saúde e qualidade de vida, através de tratamentos alternativos e naturais!

A fibromialgia é uma condição crônica que causa fadiga, dor generalizada e sensibilidade em todo o corpo. A condição afeta ambos os sexos, embora de acordo com várias análises, as mulheres sejam muito mais propensas a desenvolver fibromialgia.

Entre 80 e 90 por cento das pessoas que recebem um diagnóstico são mulheres, de acordo com o National Institutes of Health.

Às vezes, os homens recebem um diagnóstico errado porque podem descrever os sintomas da fibromialgia de forma diferente. As mulheres frequentemente relatam maior intensidade de dor que os homens. As razões por trás disso podem estar relacionadas a hormônios, diferenças no sistema imunológico ou outras razões.

Dor menstrual mais forte em mulheres com fibromialgia

Cólicas menstruais podem ser leves ou dolorosas, dependendo da mulher. Em um relatório da National Fibromyalgia Association, mulheres com a doença têm períodos mais dolorosos do que o habitual.

A maioria das mulheres com fibromialgia também tem entre 40 e 55 anos de idade. Os sintomas da fibromialgia podem ser piores em mulheres que estão na pós-menopausa ou que estão passando pela menopausa.

Menopausa com fibromialgia pode aumentar sentimentos de:

  • Irritabilidade
  • Dor
  • Aspereza
  • Ansiedade

Seu corpo produz 40% menos estrogênio após a menopausa. O estrogênio é um grande agente no controle da serotonina, que controla a dor e o humor. Alguns sintomas da fibromialgia podem espelhar os sintomas da perimenopausa. Esses sintomas incluem:

  • Dor
  • Tontura
  • Falta de sono de qualidade
  • Problemas com a memória
  • Depressão

Algumas mulheres com fibromialgia também têm endometriose. Nesta condição, o tecido do útero cresce em outras partes da pelve. A fibromialgia também pode aumentar o desconforto causado pela endometriose.

Fibromialgia: intensa dor nas mulheres

A dor da fibromialgia amplificada é frequentemente descrita como uma dor profunda ou absurda, que se inicia nos músculos e se irradia para outras partes do corpo. Algumas pessoas também têm uma sensação de alfinetes e agulhadas.

Para um diagnóstico de fibromialgia, a dor deve afetar todas as partes do corpo, em ambos os lados, incluindo as partes superior e inferior. A dor pode ir e vir. Pode ser pior em alguns dias, do que em outros. Isso pode dificultar o planejamento das atividades diárias.

O que é interessante é que homens e mulheres experimentam a dor da fibromialgia de forma diferente. Ambos relatam um nível intenso de dor em algum momento. Mas os homens em geral, tendem a relatar uma intensidade de dor menor que as mulheres.

As mulheres experimentam mais “dores no corpo” e maior duração da dor. A dor da fibromialgia é frequentemente mais forte nas mulheres porque o estrogênio diminui a tolerância à dor.

Pontos de dor

Além da dor generalizada, a fibromialgia causa pontos sensíveis. Esses são áreas específicas ao redor do corpo, geralmente perto de suas articulações que doem quando são pressionadas ou tocadas.

Foi identificado no total, 18 pontos sensíveis. Em média, as mulheres relatam pelo menos mais de dois pontos sensíveis do que os homens. Você pode sentir dor em alguns ou em todos esses lugares:

  • Atrás da cabeça
  • Nas áreas entre os ombros
  • Na frente do pescoço
  • Na parte superior do peito
  • Nos cotovelos
  • No quadril
  • Nos joelhos

Esses pontos também podem aparecer ao redor da área pélvica. Essa dor que dura mais de seis meses, é chamada de dor e disfunção pélvica crônica (CPPD). Essas dores podem começar nas costas e correr pelas coxas.

Aumento da dor na bexiga e problemas intestinais em mulheres

A fibromialgia pode piorar outras questões relacionadas ao CPPD, como a síndrome do intestino irritável (SII) e problemas na bexiga. Geralmente as pessoas com fibromialgia também têm uma maior chance de desenvolver cistite intersticial, ou síndrome da bexiga dolorosa (PBS).

Mas calma! Estou falando apenas alguns aspectos da condição da fibromialgia nas mulheres – que é importante de você saber!

Por isso, vou te explicar outros dados importantes a seguir, ok? Você não está fadada a conviver com a fibromialgia e nem precisa achar como dizem por aí: QUE ELA NÃO TEM CURA! Isso é um mito e mais uma vez é o método da indústria dizer que você tem de se entupir de remédios, sem se curar de verdade!

Mas isso não é verdade e vários alunos do Movimento Inteligente com Fibromialgia já tiveram sua cura, por isso hoje estou compartilhando mais informações com você sobre a cura da fibromialgia!

Veja este vídeo também e comprove a eficácia dos Movimentos Inteligentes que vieram para te ajudar e curar!

As dores têm solução! Mesmo sem medicação!

Sabia disso?

Eu como Fisioterapeuta formada e Especialista no tratamento e combate da dor crônica, criei o método mais revolucionário e inteligente que existe e que é 100% natural e eficaz na cura das dores, sejam elas em qualquer parte do seu corpo!

Você não precisa ficar refém de um diagnóstico, tampouco de usar medicações que só prejudicam sua saúde! Pois nada que repara um lado temporariamente e destrói outra área do corpo pode ser bom!

Você pode até nunca ter se dado conta disso, mas na verdade, você tem tudo o que precisa para controlar e até eliminar a sua dor! E falando em dor… saiba que ela não é a sua inimiga, pelo contrário, se ela está “latejando” aí, quer dizer que algo dentro de você precisa ser cuidado!

E eu te mostro de forma 100% natural, como eliminar sua dor de 80 a 100%!

E é essa minha missão!

Tenho tratado e ajudado muitas pessoas com dores crônicas e agudas a se curarem desses problemas, e como solução eu trago um método que tem proporcionado mais alegria e conforto a todos que o conhecem e o utilizam para curar qualquer tipo de dor!

Então, se você quer descobrir ainda mais sobre o Guia de Movimentos Inteligentes para viver sem sofrimentos e assim dar definitivamente Adeus a sua dor nos pés, dor nas costas, dor lombar, artrite, artrose, fibromialgia, tendinite, dor no cóccix, entre outras dores, precisa conhecer o nosso método AGORA MESMO!

Se você quer saber mais, clica no link abaixo e veja informações fantásticas e simples para que você supere toda dor e incômodo que possa ter!

Acesse o https://lsc.movimentointeligente.com.br/ e tire todo proveito do seu próprio potencial de cura que só precisa ser libertado agora mesmo!

Um grande beijo!

 

Sobre Kelly Lemos

Veja também

As dores emocionais que causam doenças

Provavelmente você já ouviu dizer que o corpo físico é um reflexo das emoções, pensamentos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope