Home / Dores / Como recuperar as forças das mãos?

Como recuperar as forças das mãos?

Como anda a força de suas mãos? Você consegue pegar facilmente os objetos? Consegue levantar o braço com simplicidade ou um grande esforço precisa ser feito nessa ação?

Eu sou Kelly Lemos do Movimento Inteligente e hoje quero falar sobre como recuperar a força das mãos!

Se você tem sentido muitas dores nas mãos ou sente que seus movimentos estão limitados, leia este artigo até o final e saiba tudo sobre isso!

Síndrome do túnel do carpo

Você sabe identificar quais são os sintomas que fazem parte do começo da síndrome do túnel do carpo?

Eles são muitos e podem acabar passando despercebidos, especialmente nos dias de hoje em que ficamos extremamente acostumados a fazer movimentos repetitivos no computador.

Estes sistemas quase invisíveis devido a nossa rotina atual são:

  • Dificuldade em segurar alguns objetos;
  • Dificuldade para abotoar botões;
  • Formigamento;
  • Dores nas mãos;
  • Fraqueza ou dor nos punhos.

Quando estes sintomas se tornam constante, eles se transformam nos primeiros sinais característicos da síndrome do túnel do carpo.

O nome pode até parecer um pouco estranho, mas acredite, está doenças está se tornando cada vez mais comum. Essa neuropatia, que causa dor, desconforto e dormência na mão já atinge pelo menos 75 milhões de pessoas mundialmente.

Conhecendo a doença

No centro do punho existe um espaço que é chamado de túnel do carpo, onde um nervo extremamente importante — o nervo mediano — e mais 9 tendões ficam estendidos do antebraço até a mão.

A parte de cima desse túnel é composta por um ligamento bem forte, chamado de ligamento transverso do carpo. Quando ocorre um edema no túnel do carpo, a pressão se aglomera no nervo mediano, que gera a maior parte da sensibilidade e do movimento aos músculos da mão. Se essa pressão se torna muito forte ao ponto de comprimir o nervo mediano, pode acontecer a STC (Síndrome do Túnel do Carpo).

Segundo os médicos essa doença costuma afetar mais as pessoas que:

  • São músicos;
  • Digitadores;
  • Escritores;
  • Costureiras;
  • Que trabalham diariamente com o uso do computador.

Isso ocorre exatamente porque elas exercem atividades manuais ou que exigem que as mãos se mantenham constantemente nas mesmas posições.

E então que encontramos uma das principais causas da doença, a LER (Lesão por Esforço Repetitivo).

Porém, esta síndrome ainda possui fortes relações com outras doenças, de alterações hormonais, como:

  • Tireóide;
  • Menopausa;

Os sintomas costumam ocorrer mais durante o período da noite ou pela manhã, isso porque existe uma redução do estrogênio, que acaba gerando um acúmulo de líquido na membrana dos tendões. Isso serve como uma boa explicação para ela ser mais recorrente em mulheres, principalmente as que já passaram dos 40 anos.

Exame clínico é fundamental para diagnóstico correto

O diagnóstico da Síndrome do Túnel do Carpo é essencialmente clínico, tendo como base os testes simples realizados no consultório. O exame complementar mais sugerido é a Eletroneuromiografia, que faz a medição da velocidade de condução elétrica dos nervos por meio de pequenas ondas elétricas que são emitidas por agulhas.

Enquanto o exame estiver sendo realizado, o médico pode achar uma série de sintomas que servem como sinal se você está com essa doença. Entre eles, estão:

  • Dormência da palma, dedo médio, dedo indicador, polegar e do lado do dedo anular mais próximo do polegar;
  • Movimento débil de pinça;
  • Percussões leves sobre nervo mediano no punho, que podem provocar dor (conhecido como teste de Tinel);
  • Formigamento, fraqueza e dormência ao dobrar o punho totalmente para frente por 60 segundos, o que é chamado de teste de Phalen.

Saiba mais sobre Lesões por Esforços Repetitivos LER/DORT

As lesões por esforços repetitivos (LER) ou as lesões por traumas cumulativos (LTC) é como são chamadas o grupo de doenças que acontecem devido ao uso excessivo de certa articulação, especialmente relacionado:

  • As mãos;
  • Os punhos;
  • Cotovelos;
  • Ombros;

Essas doenças estão tendo muito destaque ultimamente graças ao aumento de casos que estão acontecendo, especialmente em pessoas que trabalham com computadores e assim vêm apresentando sintomas de inflamação e dor nas mãos.

Por serem doenças que estão diretamente ligadas a certas profissões, elas são consideradas doença do trabalho e várias vezes levam a pessoa à perda de dias de serviço, assim como causa dificuldades significativas no andamento das empresas, devido ao problema.

É exatamente por isso, que as empresas estão muito mais preocupadas em orientar os funcionários, para que eles consigam se prevenir dessas lesões.

As causas de LER

A causa direta, aparentemente, é o uso em excesso de certas articulações do corpo, em geral ligados a certas profissões.

Como exemplo, nós podemos citar os:

  • Datilógrafos;
  • Operadores de caixas registradoras;
  • Profissionais da área de computação;
  • Os trabalhadores de linhas de montagem;
  • Costureiras;
  • Outros.

Essas pessoas ficam muitas horas fazendo o mesmo movimento com as mãos ou braços, gerando assim uma inflamação das estruturas ósseas, ou nos músculos, nos tendões ou mesmo fazendo com que os nervos e a circulação fiquem comprimidos.

Existem diversas doenças que podem ser encaixadas nesse grupo LER, cada uma delas possui suas próprias característica, mas que, no final, irão levar aos sintomas de fraqueza, dor e fadiga das articulações, fazendo com que a pessoa não consiga trabalhar normalmente.

Alguns dos tipos principais de lesões por esforços repetitivos são:

  • Síndrome do Túnel do Carpo;
  • Tendinites dos Extensores dos Dedos;
  • Tenossinovite dos Flexores dos Dedos;
  • Tenossinovite Estenosante ( Dedo em Gatilho);
  • Epicondilite Lateral;
  • Doença de Quervain.

Tratamento com Movimentos Inteligentes

O Movimento Inteligente auxilia na manutenção da articulação dos punhos e das mãos, fazendo com que você adquira maior força e sinta alívio quanto a dor.

Por esta razão que é necessário ficar sempre atento aos sinais que o corpo envia, pois ele sempre nos alerta quando algo está errado. Se você faz parte do grupo de pessoas citadas neste artigo e tem sentido dores nessas articulações com muita frequência, comece agora mesmo a fazer os movimentos inteligentes.

Qualquer dúvida, me envie mensagem! É sempre um prazer falar com você!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

Transtorno Borderline: uma tempestade de emoções

As emoções podem afetar a sua saúde significativamente, sabia disso? As reações químicas que o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.