Home / Aprenda / Como relaxar corpo e mente? APRENDA COMO RELAXAR IMEDIATAMENTE!

Como relaxar corpo e mente? APRENDA COMO RELAXAR IMEDIATAMENTE!

Sua mente anda cheia de barulhos?

Você vive com dor de cabeça, tensão nos ombros, dores no pescoço e aquela sensação de inquietude, irritabilidade, insônia e angústia?!

Calma! Sua mente está repleta de informações e de tão sobrecarregada, você acabou sentindo apenas dor e incômodo.

É verdade que todos os seres humanos sentem dores corporais e/ ou dores crônicas.

Acidentes, fatalidades e diversos tipos de eventos surgem na vida da maior parte das pessoas. Estamos nesse mundo, mas isso não quer dizer que estamos ausentes de sentir medo, raiva, ansiedade e dor!

O problema não é sentir dor e todos esses demais sintomas, mas seria estranho mesmo não sentir dor, não sentir nada.

Mais uma vez te digo… calma.

Quando a mente está sobrecarrega, o corpo sofre!

Não adianta achar que se poder ter paz com uma mente agitada e é exatamente isso que promove a inquietude e a insônia. Por isso tantas pessoas se tornaram tão ansiosas e logo a depressão se fez amiga!

Eu quero que você entenda o seguinte: Somos uma conexão completa entre corpo e mente e um não vive sem o outro. Portanto, o que se processa no cérebro, vai até as demais terminações de cada célula, membro e parte do seu corpo.

É como uma corrente que se conecta a várias argolas, onde cada elo permite que você seja direcionado a uma ação, sentimento e sensação. São essas as conexões nervosas que te fazem sentir-se sempre tensa, mal-humorada e até indisposta.

E então, mais uma vez te pergunto: Como está sua mente? Barulhenta?

Viver bem e não empurrar com a barriga

Apreciar se faz de intenso e profundo valor para nós, seres humanos. Não estamos apenas por estar aqui, nesse momento, nessa terra e nesse lugar e não chegamos onde estamos hoje por acaso.

Somos a consequência de todas as escolhas que fizemos. Somos resultado de todos os processos que vivenciamos e somos quem somos. Isso quer dizer que não podemos viver empurrando as coisas com a barriga ou “tentando tapar o sol com a peneira”, sabe por quê?

Porque chegará uma hora em que viver desse modo não será benéfico. É preciso, portanto, viver bem, com amor, com alegria, consciente dos sentimentos verdadeiros. Não é querer deixar de sentir tristeza ou raiva, mas saber controlar as doses de emoção, pois você não saberia como é o sabor do doce, sem antes de provado do amargo, concorda?

Toda emoção pura deve ser sentida, pois tem valia na autotransformação interior. Saber viver bem é entender que cada processo doloroso ou prazeroso da vida, é necessário.

Aprender a viver bem tem a ver com também silenciar o interior, dizer baixinho: “Olha, não precisa de confusão, não precisa ficar assim”!

Tudo o que inquieta e agonia demais, traz doenças. Traz dissabores e problemas. Tudo o que é sentido com equilíbrio, traz proteção, discernimento e conhecimento.

Então, não são as pessoas que te incomodam, não é o que aconteceu com você: um trauma, uma decepção, uma frustração, uma doença… mas sim aquilo que você fortaleceu dentro de si, é o verdadeiro problema!

Não importa o que você tenha passado. Milhões de pessoas passaram ou também estão passando da mesma forma. E não importa o quanto dói, porque outras pessoas também já sentiram a mesma dor.

A dor pode ser muito parecida para todos, o que muda é a sua forma de percebê-la e tratá-la

Somos um todo, montado de pedaços… pedaços de cultura, pedaços de experiências… mas quanto mais tornamo-nos cheios de barulhos na mente, adoecemos, pois o corpo também precisa de equilíbrio, precisa de paz e de conexão com o eu interior.

O silêncio também traz respostas e tem sua importância a vida humana. Se sua mente está sempre cheia, fica evidente que dores crônicas ou corporais sempre surgirão. Como o corpo pode sinalizar e exigir uma pausa? Uma ajuda?

Se sua mente está cheia de ruídos, exigências, pressões, sentimento de culpa e vazios, você só pode ter dificuldades para encarar a vida de forma mais feliz e saudável!

Comece então a se preencher de um silêncio renovador. Aquele em que você não pensa em problemas, não sente medo e nem se culpa por nada, nem ninguém!

Aprenda a transformar dor em cura

Gostaria de compartilhar uma música com você, e peço que ao fim dessa matéria, você possa ouvi-la de olhos fechados mentalizando algumas coisas que logo direi.

  • Sente confortavelmente em uma cadeira.
  • Esteja sozinha e concentrada em si mesma.
  • Elimine da mente todos os problemas. Aqui só há espaço para o contato com o seu eu.
  • Ligue o som do seu computador.
  • Enquanto você escuta as primeiras notas, respire profundamente e lentamente. Cada vez mais profundo e lento.
  • Ouça apenas a melodia e se acaso um pensamento negativo vier, elimine-o e o substitua por outra coisa positiva.
  • Comece devagar e vá treinando sua mente para ir além.
  • Relaxe cada parte do seu corpo: cabeça, braços, mãos, pernas… sinta todo o relaxamento adentrando cada poro, cada artéria, cada órgão.
  • Se sinta coberta por uma luz, aquela que te cura, te mantém saudável e feliz.
  • Permaneça nesse sentimento durante toda a música e ao final, logo sentirá o efeito relaxador desse exercício.

Quando terminar de fazer esse exercício de cura e renovação, busque me enviar uma mensagem informando como você se sentiu depois de fazer esse exercício, combinado?

Tenho certeza que com facilidade você se sentirá bastante revigorada!

Faça o teste e depois venha me contar!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

4 atitudes incríveis que servem para aliviar a dor crônica

Joana no auge dos seus 40 anos, sentada em um banco de praça observa um …

3 comentários

  1. Me senti mais relaxada, mas ainda angustiada.

  2. Lourdes Maria Martins do Rego Novaes

    Muito relaxada. Preferia que a música não tivesse palavras mas valeu. Obrigada..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope