Home / Aprenda / Doenças Crônicas e problemas emocionais

Doenças Crônicas e problemas emocionais

Você se exercita?

Dorme razoavelmente bem?

Tem uma boa alimentação?

E sua saúde como anda?

Todas essas práticas são essenciais para manter a saúde, o bem-estar e ficar longe das doenças crônicas, contudo, se não cuidar do seu cérebro e de suas emoções, poderá ficar muito doente.

Desde o tempo de Hipócrates os problemas emocionais já são diretamente relacionados com as doenças crônicas e hoje, numa maior compreensão do tema, a humanidade tem recebido uma atenção especial nos estudos e pesquisas da medicina em busca da cura.

Apesar de toda pesquisa e comprovação científica, há quem resista a essa verdade e ainda sofra com as doenças crônicas, mas, hoje essa realidade mudou com as novas descobertas e você conseguirá desfrutar de uma vida mais equilibrada e saudável a partir desses conhecimentos que o Movimento Inteligente traz a você!

Não perca essa chance, acompanhe o texto e descubra mais como suas emoções podem estar causando as dores crônicas.

A influência das emoções no sistema imunológico

Sobre o assunto, foi feita uma pesquisa pelo imunologista José Maurício Sforcin, do Instituto de biociência de Botucatu. O especialista apresentou resultados que mais uma vez comprovaram a influência das emoções na saúde do ser humano, acompanhe:

Pessoas que apresentam sintomas depressivos tem uma menor produção de citocina no organismo, ou seja, menor resposta do sistema imunológico, o que afeta o combate de infecções específicas, como câncer, por exemplo.

Já o psicólogo Nelson Silva Filho, docente da Unesp de Assis, realizou um estudo em pacientes infectados pelo vírus do HIV e constatou que fatores psicológicos afetam a resposta imunológica do organismo a doença, em 31 pacientes infectados, cerca de 84% eram depressivos crônicos e 36% tintam tendências suicidas.

O psicólogo concluiu que nesses pacientes existe a diminuição das células de defesa, enquanto há um aumento da carga viral no organismo, o que dificulta o tratamento da doença.

Nessas pesquisas uma posição é unânime, a de que fatores estressores e a falta de equilíbrio emocional são a porta de entrada para doenças crônicas no organismo.

Quais são as partes do corpo mais atingidas pelos problemas emocionais?

Entenda, todas as dores e doenças são de fundo emocional, o estímulo inadequado do cérebro por emoções e sentimentos desequilibrados causa uma sobrecarga e resulta em sintomas que são as dores e as doenças.

A reincidência desse desequilíbrio causa o reforço da doença no organismo até que esse entre em colapso e o resultado é a dor e a doença crônica.

Mas algumas partes do corpo são de certa forma mais “sensíveis”, ou apresentam esses sintomas (as dores e as doenças), de forma mais clara e visível.

São elas:

  • O intestino, considerado o “segundo cérebro”, sofre impacto imediato diante dos desequilíbrios emocionais, se tornando mais irritável e sem um funcionamento regular.
  • A pele é tão afetada pelas emoções que já existe um campo específico chamado psicodermatologia que estuda e aplica tratamentos com base no relacionamento dos sintomas com os sentimentos.
  • O estômago pode sofrer grande impacto diante de problemas emocionais, podendo desenvolver até mesmo úlceras que há tempos são consideradas de fundo emocional.
  • A cabeça sofre com problemas emocionais, dores tensionais causadas por excesso de estresse, ou as enxaquecas causadas por ansiedade são recorrentes em pessoas de todo o mundo.
  • O coração é outro afetado pela sobrecarga e pode sofrer um colapso a qualquer momento.

O que fazer para acabar de vez com as doenças causadas por problemas emocionais?

O grande segredo está no equilíbrio, sentir, se emocionar mesmo que negativamente é importante, contudo, internalizar e nutrir isso é perigoso!

Se posicionar de maneira positiva diante de emoções mesmo que negativas é a melhor maneira de não sobrecarregar sua mente e assim não produzir hormônios nocivos à saúde.

E você deve estar pensando: “Mas como farei isso?”

Reflita:

Não são todas as vezes que é possível mudar um fato, alterar suas experiências já vividas, contudo, é necessário e muito saudável criar outras ações, pensamentos e emoções positivas que superam as negativas.

O caminho está em entender o que essas experiências trouxeram de contribuição para sua vida e se você acha que não deixaram nada de bom, então por que perder tempo remoendo esses sentimentos que nada acrescentam?

Por isso, que tal mudar?

Aplique uma visão positiva em tudo que te rodeia, aprenda a ressignificar as suas dores e problemas emocionais, o Movimento Inteligente quer te ajudar a encontrar essa capacidade!

Venha conosco!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

4 atitudes incríveis que servem para aliviar a dor crônica

Joana no auge dos seus 40 anos, sentada em um banco de praça observa um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *