Home / Aprenda / Eu me sinto sempre tão cansada: por quê?

Eu me sinto sempre tão cansada: por quê?

E se você sofresse com dores de cabeça constantes?

A garganta nunca mais foi a mesma, sempre inflamada, irritada.

Partes do corpo sensíveis até ao toque.

Uma exaustão logo pela manhã, mesmo após uma boa noite de sono.

Isso gera estresse, ansiedade que por sua vez, gera mais dores musculares em um ciclo de desconforto que parece interminável…

Você se vê em uma cena desta?

Se sim, acredite, você pode estar sofrendo da síndrome da fadiga crônica.

Mas afinal, o que é a fadiga crônica, como ela surge e como fazer para aliviar seus incômodos e encontrar maneiras naturais de curá-la?

Fique de olho e descubra todas essas respostas nesse artigo.

O que é a síndrome da fadiga crônica?

Síndrome da fadiga crônica, também conhecida como síndrome da disfunção imune, SFC, encefalomielite miálgica, uma doença crônica, que tem como principal característica uma grande fadiga e que não é explicada pela medicina tradicional.

Os sintomas da síndrome costumam piorar ao serem realizadas atividades físicas ou mentais, no entanto, apenas descansar não faz com que o desconforto passe.

Quais são as causas da síndrome da fadiga crônica?

Médicos e cientistas não apontam exatamente as causas da síndrome da fadiga crônica, as hipóteses vão desde infecções virais até estresse, contudo, a hipótese mais cogitada é que diversos fatores possam levar a doença, conheça alguns deles:

Infecções virais: Várias pessoas passam a ter a síndrome da fadiga crônica, após ter uma infecção viral, contudo, a medicina tradicional não explica por que a infecção se vai e os sintomas surgem.

Falha no sistema imunológico: Cientistas que estudam a fadiga crônica chegaram a conclusão que o sistema imunológico de quem sofre com a síndrome é enfraquecido com relação a outros de quem não tem a doença.

Desequilíbrio hormonal: Os níveis hormonais de quem possui a fadiga crônica são anormais, principalmente os produzidos pela hipófise e pelas glândulas suprarrenais.

Quais os sintomas da síndrome da fadiga crônica

Existem 9 sinais considerados clássicos na síndrome da fadiga crônica e que são utilizados como critério para diagnosticar a doença, veja quais são:

  1. Cansaço.
  2. Garganta inflamada.
  3. Perda de memória.
  4. Dor muscular sem causa aparente.
  5. Aumento dos gânglios linfáticos.
  6. Dor de cabeça.
  7. Dor nas articulações.
  8. Sono recorrente.
  9. Exaustão atenuada que pode durar até 24 horas após exercício físico e mental.

Contudo, existem pessoas que podem apresentar outros sintomas, como irritabilidade, confusão mental e febre.

Alimentos que ajudam a aliviar os sintomas da síndrome da fadiga crônica

Uma das opções de tratamento natural da síndrome da fadiga crônica é através dos alimentos, observe quais são e como eles ajudam:

Gengibre: Com propriedades antivirais, ajuda a tratar a síndrome da fadiga crônica, uma dica de uso é um chá preparado com uma colher de gengibre ralado em uma xícara de água todos os dias.

Maca: Ajuda no fortalecimento do sistema imunológico e alivia a fadiga e o cansaço, a sugestão é uma colher de maca em pó pela manhã e outra a noite, dissolvida em suco, leite ou água.

Pólen de abelha: Muito conhecido pelo seu poder revitalizante e a capacidade de ajudar no desempenho físico, é indicado consumir uma colher em jejum todos os dias.

O movimento inteligente pode ajudar a encontrar o caminho para cura!

Perceba, que apensar de não haver causa definitiva, os fatores de risco estão amplamente ligados a desequilíbrios no sistema imunológico e hormonal, com isso o corpo começa a ficar sobrecarregado e assim acaba somatizando todos esses sintomas que caracterizam a síndrome da fadiga crônica.

O movimento inteligente faz um convite a você para redescobrir seu corpo sua mente, seus sistemas principais e dessa maneira conseguir encontrar ou reencontrar o equilíbrio.

O movimento inteligente tem como foco principal ajudar você a ser seu próprio agente de saúde, se conhecer e se fortalecer através da conexão corpo e mente e da mudança de hábitos nocivos, para assim alcançar uma vida mais saudável e muito feliz!

Um lembrete importante!

A fadiga crônica é um claro sinal que seu corpo e sua mente chegou ao limite, por isso, lembre-se de se perceber, entender como anda suas relações, suas emoções, suas atividades, seu trabalho, enfim, tudo o que faz no dia a dia.

Que tal repensar seus hábitos e seus sentimentos e mudar a sua realidade com o apoio do movimento inteligente?

Sobre Kelly Lemos

Veja também

4 atitudes incríveis que servem para aliviar a dor crônica

Joana no auge dos seus 40 anos, sentada em um banco de praça observa um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope