Home / Alerta / Oxycotin: um tóxico para sua dor crônica!

Oxycotin: um tóxico para sua dor crônica!

Você já parou para pensar nos medicamentos alopatas que você toma para sua dor crônica?

Como diz Roger Strankevewski “a diferença entre o veneno e o remédio, está na dose”. Uma frase perfeita para caracterizar o Oxycotin, utilizado para a sugestão do alívio para a dor crônica, mas que é também uma das drogas que mais matam nos dias atuais.

Segundo o governo americano, só nos Estados Unidos são cerca de 2 milhões de pessoas viciadas no medicamento, alarmante, não é mesmo?

Mas o que é essa droga tão potente que mata e devasta famílias inteiras e que pode ser comprada na farmácia mais próxima da sua casa?

Conheça agora seus perigos e entenda o porquê você deve ficar longe desse e de tantos outros medicamentos que prometem acabar com a sua dor, pois na verdade, aniquilam sua vida.

Oxycotin, o que é?

Trata-se, de um potente analgésico que interfere na transmissão dos sistemas elétricos do sistema nervoso, que fazem as dores serem percebidas.

Ele é classificado como opioides que são derivados do ópio e tem os mesmos efeitos no organismo que drogas originárias da papoula, como por exemplo, a heroína.

Essa substância definitivamente não é uma novidade da medicina, há muitos anos atrás, ela era utilizada para fins medicinais com propósito de curar doenças completamente distintas como, por exemplo, asma, tristeza e pedra nos rins.

O Oxycotin que tem como princípio ativo a oxicodona – que é um dos opioides que mais causam dependência e também o mais perigoso, tão poderoso como a heroína, esse “remédio” indicado para dor crônica, afeta diretamente o sistema nervoso, trazendo sequelas terríveis e até a morte do paciente!

O que Oxycotin pode causar ao ser humano?

O uso do Oxycotin causa dependência, mas pode até mesmo levar à morte. Um dos motivos pode ser a necessidade de ingerir mais e mais “desse veneno chamado de remédio” para suprir a necessidade do organismo, que acaba se acostumando com a substância e precisando cada vez mais, de maiores quantidades para dar o mesmo efeito, o que consequentemente pode levar a uma overdose.

A crescente onda de uso indiscriminado

No Brasil vem crescendo a cada dia o número de pessoas que fazem o uso do Oxycotin.

O número de mulheres que morrem anualmente pelo uso do Oxycotin é maior que as mortes causadas por câncer de útero ou homicídios, uma realidade assustadora e cada vez mais comum na atualidade.

A droga começou a ser utilizada para fins recreativos a aproximadamente 2 anos atrás, no ano de 2015, e logo de início fez vítimas, um turista mineiro morreu na cidade do Rio de Janeiro vítima do uso da droga.

Dados alarmantes

O vício além de mortal, consome todos os bens financeiros das pessoas que sofrem com uso abusivo de Oxycotin.

Nos Estados Unidos, são cerca de 2,6 milhões de americanos viciados – segundo a publicação no jornal a folha de São Paulo, e o uso do medicamento custa cerca de 200 dólares por dia, o que daria cerca de 678 reais.

No ano de 2014 foram mais 47 mil mortes causadas por overdose – nos Estados Unidos e 70% delas foram ocasionadas por opioides, uma comissão bipartidária refez a pesquisa nesse ano e chegou à conclusão de que no ano de 2017, são 142 americanos mortos todos os dias pelo uso do Oxycotin e outras drogas derivadas do ópio, ou seja, quase 52 mil pessoas que perderam para o vício ao longo de um ano.

No ano de 2007 a justiça dos Estados Unidos informou que os fabricantes do Oxycotin enganaram os médicos e por isso, as empresas foram condenadas a pagarem uma multa de 234,00 milhões de dólares, mas até isso acontecer já tinham sido assinadas 289 milhões de receitas, o que ocasionou milhares de atestados de óbitos.

Dor crônica, você não precisa sofrer desse mal!

Pois acredite, você não precisa sofrer com as dores crônicas e muito menos fazer uso de Oxycotin e outros opiáceos, e sabe por quê?

Porque os neurocientistas já comprovaram que através da neuroplasticidade, você é capaz de mudar as mensagens enviadas pelos neurotransmissores e mudar o caminho da dor crônica.

Para isso basta aprender a acessar a capacidade que seu corpo tem de se curar!

Por isso, não maltrate seu corpo, use-o para sua saúde, não aceite tudo que a mídia e a medicina tradicional impõem como o melhor a ser feito, cuide-se e viva longe desse perigo!

Participe do Movimento Inteligente e saiba mais sobre cura para dores crônicas!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

MEDICINA ALOPATA É UM RISCO Á SAÚDE

Remédios que deveriam curar estão matando aos montes! É uma verdadeira crise no sistema de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.