Home / Aprenda / A solidão: vilã ou mocinha?

A solidão: vilã ou mocinha?

Você deve saber dos perigos da obesidade, não é mesmo?

Que o sedentarismo pode acarretar danos ao seu organismo.

Que a má alimentação pode contribuir para muitos tipos de doença.

Que o desequilíbrio hormonal causa estragos ao longo dos anos.

Mas e a solidão?

Você já parou para pensar como ela pode influenciar a sua vida?

Quais são os efeitos que ela traz para sua saúde e para sua felicidade?

Acredite, este tão temido sentimento, tem duas faces e pode tanto oferecer riscos, quanto ser benéfico, sendo separado por uma linha tênue chamada de equilíbrio.

Acompanhe o texto e saiba mais.

O que é a solidão?

A solidão na maioria das vezes não tem a ver com estar ou não na companhia de outras pessoas e sim em como perceber, como enfrentar essa situação.

Para alguns isso está ligado a não ter encontrado o par ideal, já para outros está na dificuldade de criar novos elos ou manter relações, fato é que esse sentimento quando não equilibrado pode trazer:

  • Tristeza.
  • Depressão.
  • Ansiedade.

Pessoas que enfrentam esse sentimento com a sensação de vazio e isolamento têm mais chances de desenvolver doenças cardiovasculares e aumentar consideravelmente o nível de estresse.

Segundo uma pesquisa publicada na revista Health Psychology alerta-se para o fato de 39% dos pesquisados que olham de maneira negativa para solidão, esses têm chances aumentadas de desenvolverem doenças agudas.

Solidão, mocinha ou vilã?

As pessoas são sociais por natureza, nascemos e já estamos a interagir através do choro, do sorriso e dos pedidos, seja através da fala ou não.

Mas estar sozinho é ruim?

O fato de estar sozinho ou melhor de ter momentos de solidão, não traz malefícios a sua saúde, desde que você se posicione de maneira positiva a esse sentimento, perceba, você é a sua melhor companhia e precisa aprender a se apreciar antes de desfrutar da presença ou da ausência do outro.

Querer estar o tempo todo isolado (a), socialmente ou amorosamente é sim um grande problema e pode desencadear sérios prejuízos emocionais e psicológicos, pode até mesmo levar a depressão e ao suicídio, contudo, se houver um equilíbrio entre solidão e companhia, esse sentimento pode ser extremamente benéfico para sua vida!

Veja como aproveitar o momento a sós com você mesmo!

Aproveite para se cuidar!

Encare os momentos de solidão (término de um relacionamento, mudança para um lugar diferente, etc.), de forma positiva, como se fosse umas férias com você mesmo (a), perceba que o vazio emocional não é necessário, que essa fase é importante para você se reconectar com seu eu interior e seguir adiante de forma progressiva e evolutiva.

Uma boa forma de conseguir se reequilibrar e encontrar o seu centro é buscando conhecimento em você, descobrir novos interesses, desenvolver novas habilidades, se concentrar nas suas ideias e suas vontades, de uma forma geral, aprender a conviver melhor com você mesmo (a).

Tenha momentos de reflexão

Interagir e socializar com os outros é maravilhoso, fazer amigos, ter relacionamentos saudáveis também, mas ter um tempo para si é essencial. Se desconectar do estresse diário é vital para buscar o equilíbrio pessoal.

Por isso, faça uma pausa sempre que possível, entenda que ter momentos de reflexão é uma maneira de se autoconhecer e praticando isso intensamente a sua companhia e a dos outros será cada vez mais apreciada e aproveitada!

Dicas na prática de como aproveitar os momentos a sós

E se você sente que está sem rumo nesse sentido, aí vão algumas dicas de como se deliciar com um tempo somente para você!

  • Aproveite para conhecer novos lugares, descobrir um café charmoso por exemplo que tem aquele pãozinho de queijo espetacular.
  • Tire um tempinho para prática de esportes, mas lembre-se, invista em algo que goste.
  • Pratique os movimentos inteligentes, eles são capazes de libertar seu corpo e sua mente e abrir seus olhos para novas e grandes possibilidades.
  • Se acarinhe, faça uma automassagem, veja um filme de que gosta, dance sem ser visto (a)!
  • Aprenda algo novo, pode ser uma língua, um assunto, uma dança.

Enfim, olhe-se profundamente e descubra que você jamais estará sozinho (a), porque tem a si mesmo (a) com a melhor companhia que existe!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

4 atitudes incríveis que servem para aliviar a dor crônica

Joana no auge dos seus 40 anos, sentada em um banco de praça observa um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope