Home / Aprenda / Tratamento natural para dor crônica

Tratamento natural para dor crônica

Você sofre ou conhece alguém que sofra com as dores crônicas?

E qual o diagnóstico?

Essa pessoa ou até você ouviu que teria que se acostumar e conviver com os sintomas?

E qual foi o tratamento indicado?

Foi satisfatório, aliviaram as dores crônicas?

Pois é, todos os dias, pacientes lotam consultórios em busca de uma solução para suas dores crônicas e se frustram ao ouvirem que não há solução e que precisam aceitar e conviver com a dor!

Outra proposta da medicina tradicional é o uso de analgésicos, anti-inflamatórios alopáticos que até ajudam no início a inibir a dor, mas que ao passar do tempo, além de não entregar o resultado esperado, ainda traz vários efeitos colaterais.

Então reflita, será que esses tratamentos são eficazes?

Quais prejuízos o uso regular de medicamentos alopáticos pode causar no seu organismo, além de não resolver a sua dor crônica?

A boa notícia é que incurável e intratável não são palavras utilizadas nos métodos que o movimento inteligente atua no alívio das dores e que é possível transformar a sua realidade e não só aliviar a dor crônica, mas também encontrar a cura para ela!

Veja alguns recursos naturais e comece agora mesmo o tratamento para dor crônica.

A alimentação para combater os sintomas das dores crônicas

Quanto mais equilíbrio seu corpo e sua mente tiver, mais eficaz será qualquer tratamento que você venha a experimentar, hábitos alimentares saudáveis de maneira geral contribuem para alívio da dor crônica.

Por esse motivo é importante estar sempre em atento (a) ao que se deve ou não consumir.

Para ajudar você a encontrar alternativas saudáveis veja alguns exemplos de alimentos que podem ou não contribuir para sua saúde.

Feche a boca para:

  • Alimentos açucarados, refinados, fritos e industrializados.
  • Leite de vaca, que podem conter toxinas perigosas a saúde.
  • Embutidos.
  • Alimentos ricos em oxalato e ácido úrico, como as carnes vermelhas.

Abra a boca para:

  • Alimentos que contenham potássio, zinco, selênio, tudo isso é excelente para tratar fibromialgia.
  • Vegetais frescos, especialmente aquele que contenham propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, como por exemplo alho, cebola, aipo.
  • Gorduras boas, como o azeite de oliva, óleo de gergelim e girassol.
  • Cereais, como por exemplo, milho e amaranto que são alimentos com muitas vitaminas e minerais.
  • Magnésio que ajuda no processo de contração muscular.
  • Alimentos ricos em antioxidantes e vitaminas C, A e E, presentes na cenoura, laranja, abacate e limão.
  • Alimentos que ajudam na eliminação de toxinas acumuladas no organismo, tais como: Linhaça, Aloe-vera e Goji.
  • Leites vegetais, tais como de amêndoas e leite de aveia.

Lembre-se quanto mais natural for sua alimentação, mais você poderá absorver todas as propriedades nutritivas e assim conseguir receber o que de mais saudável a natureza tem a oferecer.

Dessa forma seu organismo consegue trabalhar de maneira mais equilibrada, seus órgãos conseguem desempenhar seus papéis com eficácia, e seu cérebro entender que há uma saída para aquilo que está causando a dor crônica.

Cuide das suas emoções e encontre a cura para as dores crônicas

Se você padece de dores crônicas, sabe que as emoções são gatilhos de ativação da dor, não é verdade?

Não é preciso muita atenção para entender que o estresse a ansiedade, a raiva, a angústia, entre tantas outras, costumam iniciar ou até mesmo intensificar as crises dolorosas.

E você sabe porquê?

O seu cérebro trabalha com dois sistemas, o simpático e o parassimpático.

O simpático é responsável pela produção de substâncias de estimulação, de euforia, enquanto o parassimpático estimula a produção de hormônios que acalma, que aliviam e ambos são acionados adivinhe pelo quê?

Exatamente pelas suas emoções!

Por isso, é necessário se entender e procurar deixar ir todas as emoções que de alguma forma trazem angústia, estresse, ansiedade, tristeza, enfim sentimentos nocivos.

Perceba, não é necessário não sentir, pois as emoções negativas são como as dores agudas, um sinal de alerta para algo que não vai bem.

Contudo, é imprescindível não deixar que esses sentimentos façam parte da sua vida, se afastar da causa e administrar todas as emoções que habitam seu cérebro e seu corpo, é o correto.

E como fazer tudo isso?

Através da consciência de si mesmo, da ampliação da percepção das emoções, de como elas atingem seu dia a dia e de como você deve aprender a lidar com elas!

E como aprender tudo isso?

Venha conhecer o movimento inteligente e tenha a oportunidade de se conhecer e aprender a lidar com as suas emoções!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

4 atitudes incríveis que servem para aliviar a dor crônica

Joana no auge dos seus 40 anos, sentada em um banco de praça observa um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *