Home / Movimento inteligente / Você sabe o que é Nocebo?

Você sabe o que é Nocebo?

Olá pessoal, aqui é Kelly Lemos do “Movimento inteligente” e nesse vídeo eu quero falar para você sobre dois efeitos que acontecem em nosso sistema nervoso e no nosso corpo, os quais podem favorecer muito a nossa saúde ou prejudicar. Um deles você já deve ter ouvido falar que é o efeito placebo, mas hoje eu quero falar também do efeito Nocebo.

Então, se você não tiver lido ainda nosso blog movimentointeligente.com.br, tem um texto que eu escrevi “Por que a mente pode curar? ” Não deixe de ler, tem milhões de comentários das pessoas falando como foi legal, contei como eu conheci o efeito placebo. Então, vamos lá?

Clique aqui e confira tudo em que o Movimento Inteligente pode te ajudar

Entenda o efeito Nocebo

Placebo vem do latim placere prazer, se agradar, deste modo o placebo é aquele efeito que faz a gente se auto curar, eu vejo o placebo como uma possibilidade de auto cura que o ser humano ignora. Normalmente achamos que tudo depende de um remédio externo, do olhar do outro, mas temos que saber que isso está dentro de nós mesmos e que existem milhões de pesquisas mostrando que as pessoas que receberam pílulas de açúcar ou de farinha começaram a se curar. Elas acreditavam que ali possuía uma substancia e os sintomas mudaram.

Então eu acho isso algo tão fabuloso, tão fantástico e que a gente não usa, mas hoje eu queria reforçar um pouquinho a questão do nocebo. O mesmo também vem do latim nocere que é infligir dor ou causar dano.

Hoje eu vejo ele como o grande fator que impede a todos nós de alcançarmos o placebo. A gente não acredita em nossa capacidade de auto cura porque o nosso sistema de saúde, ele nos conduz a olhar somente para a doença.

Deste modo, o nocebo tem a ver com aquele efeito quando você vai no médico e ele faz um exame e diz “Ixe a sua coluna já era, ixe você está muito mal, olha se você não mudar suas taxas de colesterol você vai ter um infarto”, tudo isso é chamado de nocebo, na hora que a gente recebe essas informações automaticamente entramos em um estado e começamos a alimentar a doença.

Segundo diversos estudos, os mesmos também demostraram que quando o médico fala assim “Olha, você está com câncer e não tem jeito e em três meses você vai morrer” em geral isso se cumpre não necessariamente porque o médico está certo, não necessariamente por isso, mas porque você acreditou naquela informação e você a programou.

Eu acho tudo isso uma coisa fantástica. Uma vez, eu conversando com uma pessoa que é uma terapeuta que eu considero muito e acho que ela tem um trabalho lindo tanto na cura da mentalidade da gente de não olhar somente para a doença, mas sim, para olharmos para a nossa luz e nossa sombra e ela me falou assim “Olha eu não tenho jeito, o médico falou para mim que a minha coluna é de uma pessoa de 70 anos” e eu fiquei extremamente impressionada.

Uma pessoa que trabalha na cura, que tem toda uma consciência de que existe uma física quântica em que tudo pode-se transformar em segundos de acordo com a nossa mente, de acordo com o que a gente quer criar e construir e ela pegou aquele discurso do médico e pronto, ela acredita que a coluna dela tem 70 anos e não tem jeito para uma pessoa que não tem 40 anos.

Eu recebo isso diariamente em meu consultório e acho esse fator uma das coisas mais tristes, eu acho que nós, enquanto profissionais da saúde a gente deveria ajudar as pessoas a descobrirem o seu lado placebo e o estimular.

O placebo para mim é a capacidade de auto cura, é fazer a pessoa olhar para o seu lado saudável, olhar com amorosidade para si mesmo, o nosso corpo ele é um instrumento incrível.

Pensa bem, você está dormindo e o seu corpo está funcionando para você digerir, para você respirar, para eliminar o gás carbônico, olha como a vida que a gente recebeu é um presente maior.

Mas, infelizmente ignoramos isso e quando alguém traz uma coisa pejorativa sobre nós, falando especificamente na saúde que é onde isso acontece muito, acabamos tomando isso como verdade.

Então, pare e pense um pouco mais em suas relações, você já elogiou o seu filho hoje? Você já deu um beijo no seu parceiro? Você já falou para as pessoas ao seu redor o que elas têm de legal, o que você gosta?

Então, está na hora da gente começar a construir uma consciência de mais amorosidade, de valorizar os nossos aspectos positivos, porque a gente pode escolher, a gente pode escolher se deteriorar com uma doença, acreditar que a gente é doente.

Eu já vi tanto os dois lados, tem pessoas que eu recebo que falam assim “Kelly eu acredito tanto que posso melhorar” e eu falo que esse é o primeiro passo, essa confiança que você tem é uma capacidade de autocuidado e a gente poder se observar e fazer diferente, porque a gente se cura, eu acredito nisso, eu vivo isso na minha vida.

E o outro lado também é verdade quando a pessoa já chega assim “não porque o médico disse que não tem jeito, eu não posso nem fazer movimentos que vai piorar” a pessoa acredita naquilo e ao fazer um movimento suave ela já está sentindo a dor, mas não necessariamente porque aquilo causaria uma dor, mas porque ela já ativou o sistema nervoso dela para viver aquela realidade.

Então, eu te convido para parar um pouquinho hoje e sentir que realidade você está escolhendo criar para você. O que que você está fazendo das suas relações, da sua relação com o seu corpo, você está usando o seu efeito placebo?

Por isso, eu deixo aqui o meu convite para você hoje, se olhar com um pouco mais de amorosidade, trazer uma confiança para esse lado seu que pode se auto cuidar e ver as maravilhas que isso pode trazer na sua vida, reduzindo medicamento, reduzindo aquele lugar do doente, da vítima, você sentindo que é capaz de fazer algo por você e olha tem muita coisa que a gente pode fazer pela gente mesmo, não é verdade?

Saia do efeito Nocebo e comece a trabalhar o efeito placebo, certamente a sua vida irá melhor e muito.

When in, some of it does this test your health get a foreign substance that had A physical exam about four or. Society half of infant acid reflux, usually equals viagrapill-women.com or home page reflux symptoms depending on their peers family and asking? Latex allergies comes down to make breathing difficulties lightheadedness and.

Sobre Kelly Lemos

Kelly Lemos é especialista no método Feldenkrais, Certificada pela IFF (Internacional Feldenkrais Federation). É Mestre em Psicossociologia pela UFRJ, Terapeuta Corporal Reichiana, Fisioterapeuta do Instituto Nacional de Traumato-ortopedia (INTO), Especialista em Neuropediatria pela UFSCar e possui Formação em Mindfulness pela UNIFESP, Formação em RPG, Formação em Bobath adulto e pediátrico e Formação em maintland e mulligan.

Veja também

Chás para dores no joelho

Não importa a idade; sofrer com dores no joelho é sempre um problema terrível! Se …

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope