Home / Aprenda / Desaprendendo a ter dor crônica

Desaprendendo a ter dor crônica

Você sente dores ou sofre de doenças ou de dores crônicas?

Tem aquela constante sensação de que nada que você faça, ou tome irá libertar você das constantes crises causadas pelas dores crônicas?

Muitas pessoas todos os dias acreditam que nada pode ser feito em relação as dores e as doenças crônicas, que essas são condições indissolúveis e que o melhor que se tem a fazer é aceitar e seguir convivendo com esse desconforto.

Mas acredite, isso é puro e simples mito e você é completamente capaz de encontrar o caminho de volta ao bem-estar e a saúde em sua vida!

Acompanhe o texto e descubra como desconstruir a dor crônica!

Como é construída a dor crônica?

Ao longo dos anos você faz todos os dias as mesmas coisas, levanta do mesmo lado da cama, escova os dentes com a mesma mão, senta para tomar café na mesma cadeira e do mesmo jeito e assim segue com toda a sua rotina diária.

Da mesma forma se instala a dor crônica na sua vida, todos os dia é criado de maneira inconsciente um reforço mental para determinadas sensações, como por exemplo, você sente uma dor de cabeça, toma um remédio e passa, amanhã ela volta e depois de amanhã e depois, quando você percebe ela está presente na sua vida, isso porque você não se ateve a causa, quis apenas que ela fosse embora e com isso reforçou ainda mais o caminho dela em seu cérebro.

Quando se faz exatamente a mesma coisa sempre, não se oferece ao cérebro e as conexões neurais, a possibilidade de encontrar outra saída, ela fica ali repetindo e repetindo sempre as mesmas coisas e dessa forma aparecem as artrites, as artroses, as dores nas costas, as enxaquecas e todas as outras patologias determinadas como crônicas.

Mas será mesmo que você precisa conviver com essas dores?

Será que você precisa ser apenas um diagnóstico de dor crônica?

Ou você pode transformar essa realidade?

Lembre-se, seu cérebro é capaz de transformações durante toda a sua vida, o que é chamando de plasticidade neural, portanto, se você construiu e reforçou a dor crônica através de estímulos negativos e constantes você também é capaz de desconstruir, para isso basta seguir o caminho inverso dessa realidade!

O caminho inverso!

Agora pare e reflita por um instante, como foi construído o caminho para dor crônica?

Através da aprendizagem, não é verdade?

Através das suas experiências, emoções e possibilidades de aprender, então pense, se você a aprendeu, pode desaprender! Para fazer isso precisa proporcionar ao seu corpo e a sua mente a conhecer novas realidades!

Desaprendendo a dor crônica

O primeiro e mais importante passo para desaprender a dor crônica e aprender o caminho da cura e alívio é entender que para ações e pensamentos iguais, os resultados serão sempre os mesmos e cada vez mais fortes, ou seja, não adianta querer se livrar da dor, se você continuar tomando as mesmas medidas.

Por isso, entenda que você não é um fragmento, que você não é apenas aquela dor, você é um ser total de corpo, mente e espírito e que tem muitas conexões a serem fortalecidas e muitas medidas diferentes a serem tomadas para obter resultados positivos e totalmente novos.

Um bom meio de encontrar essa consciência é descobrir o seu corpo e a sua mente, como eles reagem diante a estímulos, como você se posiciona diante das adversidades, pois, dessa forma é possível entender como suas memórias são construídas.

Colocando em prática!

A partir do momento que você tiver consciência sobre as dores, sobre seu corpo, sua mente, como tudo isso reage aos estímulos do dia a dia é hora de colocar a transformação em prática.

E como se faz isso?

Comece fortalecendo o seu cérebro através de pensamentos, ações e emoções positivas, dessa forma você consegue criar sinapses diferentes da que seu corpo está acostumado e ele começará a perceber a mudança, observe algumas maneiras de exercitar:

  • Não tente se livrar da dor apenas, entenda o porquê dela existir, práticas meditativas ajudam você a entender melhor o seu momento presente e assim encontrar as causas doloridas.
  • Liberte seu corpo através dos movimentos inteligentes, aprenda do que seu corpo é capaz ele também pode mandar estímulos positivos para os locais de dor no cérebro.
  • Permita-se aprender coisas novas e prazerosas, essa é outra maneira de mostrar algo diferente ao cérebro.

Enfim, de maneira geral mude radicalmente seus hábitos e entenda seu corpo e sua mente, dessa forma será motivado a dar novas e positivas respostas e assim irá desaprender a sentir dor e terá nota 10 em matéria de saúde e felicidade!

Acesse: https://lsc.movimentointeligente.com.br/jornada/

Siga-me no Instagram – https://www.instagram.com/kelly_lemos_oficial/

Facebook – https://www.facebook.com/movimentointeligentefeldenkrais/

YouTube – https://www.youtube.com/watch?v=DdBEtZUPitc

Sobre Kelly Lemos

Veja também

Dores crônicas e meditação – 4 dicas infalíveis para acabar com elas

Então você está buscando por dicas de como acabar com as dores crônicas? Pois saiba …

2 comentários

  1. EDSON FERNANDES GARCEZEDSON

    EXELENTE MARAVILHOSO O TRABALHO DE VOCES.SOU TERAPEUTA E NINGUEM MELHOR QUE EU PODE AVALIAR O MARAVILHOSO TRABALHO APRESENTADO POR VOCES

    • Que legal Edson! Estamos aqui para ajudar a transformar vidas e você como profissional da saúde sabe bem dessa importância. Conheça melhor os Movimentos Inteligentes, participe de nossas redes sociais. Ficarei feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope