Home / Alerta / PLASTICIDADE NEURAL: Ajudando no processo de cura contra dores crônicas

PLASTICIDADE NEURAL: Ajudando no processo de cura contra dores crônicas

Quando o cérebro é lesado os danos muitas vezes são tidos como irreversíveis!

Mas será que essa é a realidade?

Será que o seu cérebro possui a capacidade de se reorganizar diante de uma lesão ou até de um novo aprendizado?

A neurobiologia vem cada vez mais se aprofundando nas pesquisas e estudos acerca da Plasticidade Neural ou Neuroplasticidade, que pode ser resumida na capacidade que o cérebro tem de reorganizar-se diante de um novo aprendizado ou de recuperar alguma função na qual foi afetado por uma lesão que comprometia suas funções.

Ele é capaz de se transformar e de formar novas conexões para enviar e receber informações entre mente e corpo.

E qual é a importância da plasticidade neural na sua vida?

As dores crônicas?

Será que a plasticidade neuronal é capaz de mudar isso?

Seu cérebro é capaz de realizar coisas fantásticas e está ao seu alcance usar todas essas habilidades!

Acompanhe o texto e entenda como a neuroplasticidade pode ser benéfica na sua vida!

Plasticidade neural, o que é?

A plasticidade neural é definida como a capacidade que o cérebro de um indivíduo tem de desenvolver novas conexões no sistema simpático a partir de experiências, de comportamentos e de sentimento. Ou seja, seu cérebro age de acordo como você o estimula.

A partir dos estímulos enviados ao cérebro as mudanças podem acontecer na organização e na localização dos processos de informação contidos em seu mapa neuronal.

Portanto, a plasticidade neuronal permite aprender novos comportamentos durante toda a vida de uma pessoa, princípio que parte da conclusão de que o cérebro humano não é imutável e as funções do sistema nervoso central podem ser desenvolvidas em diversos locais do órgão.

Em outras palavras, você é capaz de mudar as conexões nervosas do seu cérebro através de aprendizado e treinamento.

A cada novo comportamento desde o nascer até a fase adulta, passando por todas as etapas da vida de uma pessoa, várias conexões neurais se fixam no sistema nervoso central, formando o processo evolutivo do ser.

Sendo assim a neuroplasticidade é um processo natural e essencial para o aprendizado e desenvolvimento das funções motoras e neuropsicológicas de todo ser humano e é possível estimular o cérebro por toda uma vida por meio de terapias e exercícios, de maneira a melhorar o nível de funcionamento cerebral.

A plasticidade neural e a cura de dores crônicas e outras doenças

As dores crônicas, são estímulos enviados durante anos a determinada região do seu cérebro no sistema simpático, essas informações são registradas e assim se forma um mapa de dor, que funciona como um ciclo sem fim:

ESTIMULO- DOR – REFORÇO DO MAPA DA DOR

E isso se repete incontáveis vezes por toda a sua vida…

Mas pense:

Se o cérebro é capaz de se reorganizar e criar novas realidades, ele também é capaz de mudar o mapa das suas dores crônicas!

No entanto, é preciso entender que os estímulos enviados ao seu cérebro precisam mudar para ocorrerem novos aprendizados. O circuito de dor pode ser mudado independente do tempo que ele se instalou no seu corpo.

O sistema nervoso central possui cerca de 100 bilhões de neurônios, contudo, eles não se reproduzem como as outras células do organismo, mas são capazes de formar novas conexões entre eles. Essas ligações são chamadas de sinapses.

Seus sentimentos, emoções e todo o seu funcionamento como um ser humano são resultado de sinapses.

Quando existem lesões ou doenças que atingem o sistema nervoso central como por exemplo:

  • AVC.
  • Alzheimer.
  • Parkinson.
  • Lesões na medula espinhal.

Existem limitações, mas as células saudáveis que são vizinhas, as não atingidas pelas patologias, podem assumir as funções antes realizadas, dessa forma a pessoa que sofreu algum tipo de dano cerebral tem a possibilidade de uma autorreparação.

Existem casos de danos causados por lesões ou doenças que se instalam no sistema nervoso central que podem passar por reabilitação e assim haver melhoras no quadro patológico.

É importante lembrar que as melhoras são de acordo com cada paciente, ou seja, depende de você, dos estímulos que você enviar ao seu cérebro!

Use a plasticidade neural a seu favor

A neurociência evolui a olhos vistos quanto a todos os benefícios que a plasticidade neural traz para a vida das pessoas. No entanto, depende de você todas as mudanças.

As transformações dependem dos seus estímulos, não é possível mudar seu cérebro emitindo os mesmos sinais a ele, são necessárias mudanças para que ele possa assimilar novos conteúdos e assim aprender novas maneiras de trabalhar a favor de seu corpo e de sua saúde.

O seu cérebro entende os estímulos que você manda para ele, você precisa modificar à sua maneira de alimentá-lo. Sua mente precisa sentir que você corpo e cérebro são um só e precisam estar em equilíbrio para manterem-se saudáveis.

Entenda que não há como separar razão de emoção, então, enviá-las ao cérebro é extremamente importante na tarefa de estimulá-lo. Quanto mais você mandar pensamentos e emoções positivas ao cérebro, mais você reforça o aprendizado de alívio e bem-estar em seu sistema nervoso.

Com isso você conseguirá de certa forma, apagar informações que não são interessantes como por exemplo:

  • Dores crônicas.
  • Traumas emocionais.
  • Pensamentos limitantes.

E trazer para a sua vida aquelas que interessam:

  • Saúde.
  • Qualidade de vida.
  • Bem-estar.
  • Alívio das dores crônicas.
  • Alívio emocional.

Essa é a maneira de trabalhar a plasticidade neural em seu benefício, reforçando novos aprendizados positivos para estimular seu cérebro a trabalhar a seu favor, unindo mente e corpo em um só proposito: VIVER BEM!

E o mais importante é:

Enquanto houver vida, há possibilidades de mudar seu cérebro, todos os dias é um bom dia para começar!

Portanto, hoje é o melhor dia para transformar seu cérebro através da plasticidade neural. Exercitar toda a sua capacidade de promover a autocura e o alívio de dores crônicas.

Não se acostume com a situação de desconforto e dores, promova a transformação da sua vida e da sua saúde.

Você é capaz de realizar mais por você, basta exercitar!

Sobre Kelly Lemos

Veja também

Dores crônicas e os traumas emocionais

Você já passou por alguma situação onde pensou que o trauma emocional foi tamanho, que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Aprenda a ALIVIAR 80 a 100% da DOR CRÔNICA na COLUNA e ARTICULAÇÕES em Apenas 8 Semanas.

(Sem Remédios, Sem Cirurgias e Sem Sair de Casa)

envelope